domingo, 23 de outubro de 2011

Mestre Conselheiro: aliando liderança, humildade e coletividade...

           O Mestre em dar Conselhos. Muito além de conduzir a reunião está o significado do maior posto de um Capítulo. No sentido mais amplo dos encargos de um Mestre Conselheiro, seus deveres  e obrigações ritualísticas administrativas, está a verdadeira essência deste cargo tão almejado por Demolays desde o século passado.  A perspicácia de analisar e aconselhar um irmão ou uma situação sem ser tendencioso; de planejar reuniões cujo propósito é a melhoria mútua de vários e da sociedade; de ser companheiro leal sempre disposto a ajudar a quem necessitar são um dos abonos de quem ocupa ou ocupou tal posição.
            Malhetes cruzados, símbolo da imponência e trabalho é a jóia deste cargo que apesar de simbolizar o poder deve emanar algo meio que o oposto disto: a humildade. A humildade de saber que das fileiras vieste e ás fileiras voltará, compreendendo,  que tal posto não lhe oferece qualificações especiais ou lhe põe melhor que outro irmão. É saber valorizar a importância de  cada membro do Capítulo como peça de uma engrenagem, e se ela quebrar ou parar deve-se valorizar o coletivo para que ela rotative novamente. Aliás, rotatividade é o segredo para harmonia capitular.


"O líder é alguém que procura conduzir o povo pela força de uma lei. O mestre é alguém que procura conduzir o povo pela prontidão do coração."
[Rener Britto]


         Sente-se pesada a indumentária, difícil são os encargos, exaustiva a jornada incessante de trabalho... Mas como diz o próprio nome, o Mestre é um indivíduo que adquiri  conhecimento especializado sobre determinada área do conhecimento. Ter a tolerância, a paciência, a sensatez e ao mesmo tempo astúcia para dividir tarefas e liderar os trabalhos de um grupo de pessoas com um ideal é podemos dizer: realizar uma pós-graduação stricto sensu. É uma faculdade da vida real, e sem diploma. Sem diploma para reconhecimento de Nível Superior. No curriculum da vida profana, não são necessários meros papéis e sim tolerância, aptidão, lealdade e caráter. Tudo que se aprende e lapida na Ordem DeMolay,  e que são postos a prova quando se é eleito a este cargo.
      É importante ressaltar, reconhecendo não ter total experiência para redigir este texto, que o mundo seria melhor se todos tivessem a oportunidade de serem iniciados em nossos trabalhos. E considero válido que todo DeMolay de qualquer Capítulo que já tenha pensado em assumir tal responsabilidade de ser Mestre Conselheiro, que abrace esta ideia. Creio que aprendi muito, e tenho muito mais que aprender na minha jornada como eterno DeMolay.
       

Ivan Trindade
Ivan Trindade é estudante
Atualmente Mestre Conselheiro do Capítulo Sete Lagoas
XXX  Gestão Administrativa

3 comentários:

  1. Irmão Ivan...
    Confesso pra você que seu texto não é surpresa pra mim...Acompanhei sua dedicação e sua vontade pelo cargo antes e estou acompanhando agora. Entrei na Ordem com idade elevada, e não pude ser Mestre Conselheiro.
    Entretanto, aprendi muito com o cargo sem necessariamente passar por ele, apenas observando, atento.
    Você resumiu o que também penso dessa importante posição em nossa Ordem. Acredito que aliar humildade, com liderança e o espírito da coletividade é ser um grande mestre conselheiro.
    Mestre conselheiro excelente, assim como você tem sido nessa gestão...Meus parabéns pela dedicação, pela ótica crítica em relação ao cargo.


    Abraço Fraterno.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo belo texto !
    Somente pelas palavras podemos ver o amor e a dedicação à Ordem do irmão Ivan.
    Fraternalmente,
    Pedro Ramos "

    ResponderExcluir
  3. Lucas Lana''24 de outubro de 2011 22:23

    Belo texto Irmão, sou MC do Capítulo Governador Valadares nº100. O cargo de Mestre Conselheiro, exige muito trabalho, humildade, disciplina... e como um Tio sempre me diz, que o Capítulo é a imagem de seu MC, então por isso temos que dar exemplo para os demais Ir. O dia de minha posse, foi o dia mais feliz da minha vida, nunca me emocionei tanto, lembrei de todos os momentos que ja tive dentro da Ordem, das pessoas que me ajduram, das dificuldades que ja enfrentei. Fiquei emocionado com o texto, parabéns denovo hehe

    ResponderExcluir